Ambientes, Decoração, Dicas, Papéis de Parede

Papel de parede anos 70: Como utilizar?

comprar papel de parede barato

Atravessando gerações, o papel de parede anos 70 sempre acaba reaparecendo nas tendências de decoração. E não é sem motivo, afinal, do boho hippie de Woodstock ao estilo Dancing Queen que invadiu as discotecas, esses revestimentos espelham toda a efervescência dessa década, marcada pela revolução.

Um cenário onde estava “tudo junto e misturado”. Os jovens se reuniam para contestar, o punk e os movimentos feministas ganhavam força, a cultura hippie se mantinha presente, o glitter e a androginia tomavam conta das pistas de dança. E esse panorama agitado refletia na moda e na decoração.

A ideia era ousar, fugir do aspecto normal e resgatar a boemia e a liberdade. No piso, era comum ter o chão acarpetado. No banheiro, os azulejos eram ultra estampados. E a mobília compunha um festival de heterogenia, com móveis de plástico e acrílico que se misturavam com elementos naturebas e hipongas.

Os papéis de parede, por sua vez, eram um espetáculo a parte.

 

Geométrico e sensações ópticas


Com início na Op-art, movimento artístico que explora as ilusões e sensações óticas, os papéis de parede geométricos refletem toda a ousadia da década de 70.

Marcados pelas formas dinâmicas, com uma mistura de cores e até de formas, os motivos geométricos oferecem movimento e energia, proporcionando uma decoração alto astral e bastante convidativa. Inspire-se com o Papel Cubos 3D, o Papel Eiffel, o Papel Triângulos e o Papel Marvel Stone.

Mas se não quiser ousar tanto assim, logo de cara, também é possível optar por papéis geométricos com estampas monocromáticas, em escalas de cinza ou azul, como é o caso do Papel de Parede Xadrez, do Papel de Parede Geométrico

 

Curvas. Muitas curvas

Nos anos 70, o colorido estava presente em tudo. Nas cortinas, nas almofadas e até mesmo nos eletrodomésticos. A onda era usufruir de elementos psicodélicos, com listras, ondas e muitas curvas.

Conferindo vivacidade a qualquer ambiente onde são aplicados, o Papel de Bolinhas Infini, o Papel de Faixas Happy World e o Papel de Bolinhas Happy World são ótimos exemplos de papel de parede anos 70, destacando-se pelo movimento e originalidade.

E para uma decoração mais neutra, com esse tipo de papel de parede, o modelo mais indicado é o Papel Geométrico Moderno, que traz ilustrações típicas da época, com tons de marrom sobre fundo bege.

 

+ Leia também:

Maneiras de conservar o papel de parede por mais tempo

Decoração retrô: 6 dicas para criar a sua

 

A natureza e os motivos florais

O lema de paz e amor, junto de sua aura alegre não pode faltar em um post sobre os anos 70.

Além do floral, como o Papel de parede Floral, e o Papel de Parede Floral Winners, e do tie dye, que é praticamente um símbolo de Woodstock, os motivos orgânicos e os indianos, como o Paisley, compunham uma estética hippie, que se complementa de maneira perfeita com os tons terrosos, para uma decoração rústica e boho.

E para quem quer adotar o estilo orgânico, vale investir em almofadões coloridos, móveis de vime e muitas plantas e folhagens verdes espalhadas pela casa, principalmente de maneira suspensa, como as samambaias.

 

Tons terrosos, com inspiração no Marrocos

Na contramão da psicodelía das formas geométricas, a monotonia dos tons terrosos também se fazia presente na decoração. Com o começo do ecofriend, assim como as preocupações ambientais, a natureza estava em alta, fazendo com que as texturas, como camurça e crochet, e os tons de marrom, como caramelo, bege e khaki, tomassem conta dos anos 70.

Para se inspirar, os papéis mais indicados são o Matelassê Castel, o Geométrico Avatar e o Texturizado Carnival.

 

Glamour, glitter, metal e motivos futuristas

Com a Era Disco, no fim da década de 70, vieram as padronagens metalizadas, cheias de cor e de brilho. Na decoração, os espaços se tornaram mais sofisticados, com móveis tubulares cromados e espelhos espalhados por todos os ambientes, como se fosse uma discoteca particular.

E para criar essa atmosfera glamorosa em casa, o Papel de Parede Moderno Nobless é a melhor opção!

 

Aposte no equilíbrio

Na decoração que remete os anos 70, a mistura de cores fortes é necessária. No entanto, como qualquer outro estilo é necessário prezar pelo equilíbrio, para que o ambiente não fique carregado.

Se o papel de parede possui muitas cores, por exemplo, tente usar móveis de cores mais suaves e apenas algumas peças, como almofadas e tapetes, que combinem com os tons escolhidos para o revestimento da parede.

 

E aí, preparado para mudar a decoração de casa com esses modelos de papel de parede anos 70?

Até mais!

Cadastre seu e-mail

Receba todas as novidades do nosso blog!

Nunca vamos dar, trocar ou vender seu endereço de e-mail. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *