Ambientes, Decoração, Dicas

Iluminação de ambientes: Faça toda a diferença na decoração

comprar papel de parede barato

Para conferir equilíbrio e aconchego aos cômodos, cuidar da iluminação de ambientes é fundamental. Além de cumprir o seu papel principal, a luz ideal é capaz de ressaltar e valorizar completamente a decoração dos espaços.

Para te ajudar, preparamos algumas dicas que irão fazer toda a diferença na iluminação do seu lar.

 

Atente-se as tonalidades

Dependendo das cores da lâmpada utilizada, cada cômodo é banhado por uma atmosfera diferente. Para ganhar aconchego no quarto e na sala, as mais indicadas são as lâmpadas mais amareladas, de cores quentes (de 2.700 a 3.000 kelvins).

Já em locais como a cozinha, o banheiro e a área de serviço, indica-se a utilização de lâmpadas de luz fria, de cor branca ou com tonalidade azulada e mais estimulante. No banheiro, evite lâmpadas refletoras, pois elas causam sombras e atrapalham as mulheres na hora de se maquiar e os homens no momento de se barbear.

 

Evite o ofuscamento

O ofuscamento ocorre quando a luz é projetada sobre uma superfície, que atinge diretamente os olhos de quem passa pelo ambiente. Essa situação causa desconforto e é perfeita para acabar com a harmonia do cômodo. Para evitá-la, evite posicionar objetos reflexivos, como armários e espelhos, em locais próximos de lâmpadas e luminárias de luz intensa.

 

Fonte central de luz

Ambientes maiores, como o quarto, a sala e a cozinha, necessitam de uma fonte de luz principal e homogênea, localizada no ponto central do cômodo. Para intensificar o projeto, opte pelo teto e paredes de cores claras, a fim de deixar o espaço ainda mais iluminado e evitar a formação de sombras indesejadas.

 

+ Leia mais:
>
Como fazer sua casa parecer ainda maior?

> Decoração retrô: 6 dicas para criar a sua

 

Detalhes iluminados

Caso deseje destacar um objeto ou parte especial do ambiente, aposte em luminárias halógenas e fitas de LED dentro de nichos, aparadores e até mesmo nas prateleiras. Essas soluções iluminam de maneira sutil e pontual, sem entrar em conflito com os outros focos de luz presentes no espaço.

 

Luminárias do tamanho certo

Antes de se apaixonar por um projeto, é preciso se atentar às dimensões do cômodo. Espaços menores, obviamente, pedem por luminárias menores, com luzes mais difusas, ou um lustre embutido e simples. No hall de entrada, com pé-direito alto, os modelos maiores e chamativos funcionam melhor. Sobre a mesa de jantar, o uso de pendentes é uma tendência.

 

Como fazer uma luminária

Depois de todas essas dicas, é bem provável que você tenha ficado com vontade de pôr a mão na massa. Por este motivo, selecionamos uma luminária incrível para você fazer em casa. Com poucos materiais, é possível conferir um charme todo especial ao seu home office ou cantinho de leitura, por exemplo.

Para confeccionar a luminária você precisará de um papel de sua preferência (no post, por exemplo, a autora usou um saco de guloseimas), um galho seco, um cordão com bocal e tomada e uma lâmpada.

Com relação à lâmpada, o indicado é escolher modelos que não gerem muito calor, como as de LED, de até 10 watts. Evite as incandescentes, para não inflamar o papel da luminária.

Aqui, é possível conferir o passo a passo para montar a luminária e, neste link encontra-se o gráfico, com as dobras da luminária. Para montar, basta dobrar o papel, como indicado, perfurar, colar e encaixar no bocal da lâmpada.

 

Viu só? Cuidar da iluminação de ambientes é uma tarefa muito mais simples do que parece. Com um pouco de carinho e a luminária certa, qualquer espaço pode ficar super aconchegante e cheio de vida.

 

Até mais!

Cadastre seu e-mail

Receba todas as novidades do nosso blog!

Nunca vamos dar, trocar ou vender seu endereço de e-mail. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *