Decoração, Dicas, Quarto, Sala

5 dicas para não errar na decoração com tapetes

comprar papel de parede barato
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Redondos, quadrados, compridos, lisos, fofos, antigos. A variedade de tapetes existente no mercado é infinita. E essa pluralidade gera uma série de questionamentos. Qual o melhor formato? Quais as melhores cores? O que fazer para não errar na decoração com tapetes.

Além de proporcionar muito conforto, os tapetes também permitem uma incrível flexibilidade de estilos e enriquecem a aparência dos cômodos da casa. A importância de um tapete é tanta que algumas pessoas sentem suas casas “nuas” quando não tem algum como parte da decoração.

Apesar desses atributos, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados antes de comprar a peça. Isso evitará que o visual fique desarmônico, por exemplo. Por isso, separamos algumas dicas que irão te ajudar neste momento.

1. O tamanho é importante!

A primeira e maior dica é acerca do tamanho do tapete em relação ao cômodo onde ele será colocado. Para a decoração com tapetes na sala, pense sempre em modelos maiores, onde a maioria dos móveis consiga ficar sobre ele. Se o tapete é pequeno demais, a impressão é de que está faltando alguma coisa.

A mesma regra também vale para os quartos. As passadeiras na lateral da cama são muito importantes para manter a temperatura dos pés caso o piso seja frio. No entanto, você também pode optar por modelos maiores, que abriguem a cama toda. Neste caso, porém, é preciso preservar as laterais do piso, a fim de conseguir um efeito visual melhor.

Essa dica também vale para os corredores. A maioria deles possui móveis e o tapete deve cobrir todo o piso sob eles, preservando cerca de 20cm nas laterais, para que ainda seja possível ver o piso.

 

2. Tapetes diferentes podem ser uma pegadinha

Além de destacar a harmonia dentro de cada cômodo, pense na casa como um todo. Aliás, perceba que a casa não é composta por cômodos independentes, mas sim uma composição completa de todos eles.

Usar modelos diferentes em casa é liberado, mas pense também na harmonização dos ambientes. Por exemplo, se quiser colocar um tapete mais moderno na sala de estar, lembre-se de fazer o mesmo no seu quarto. Além dos estilos, harmonize também as estampas e tonalidades.

3. Escolha o formato de acordo com o que deseja

O formato do tapete vai depender muito do seu gosto e do espaço que dispõe dentro dos cômodos.

Mas existem algumas regras a seguir. Se você possui um ambiente mais amplo, por exemplo, opte pelos tapetes quadrados e retangulares que irão harmonizar melhor com o local e terão uma aparência mais clássica. E se você tem uma casa menor, pode optar pelos redondos, que possuem um atrativo mais divertido e moderno e combinam bem com lugares pequenos.

A espessura também é um fator importante. Em locais como sofá ou mesa de jantar, você pode optar pelos mais grossos que proporcionarão conforto aos pés. Em ambientes de muita circulação, porém, opte pelos modelos mais finos. Outro fator importante é que os tapetes mais grossos precisam de uma manutenção maior e mais delicada. Isso pode atrapalhar a vida dos moradores que possuem problemas alérgicos ou respiratórios.

 

4. Começou a decorar? Pense já no tapete

Para o caso de iniciar a decoração do zero ou repaginar completamente o ambiente, o ideal é planejar a compra do tapete antes mesmo de adquirir os móveis. Com isso, já é possível definir o estilo do ambiente, preservando a harmonia do cômodo e facilitando a escolha dos móveis, com menos chances de erro.

Para fazer isto, uma dica muito simples é medir todas as dimensões do cômodo com uma fita métrica. Isso facilitará a escolha do tapete que melhor irá se adequar ao ambiente com relação ao tamanho, facilidade de manutenção, exposição à luz e estrutura.

 

5. Estampas, como escolher?

A combinação de estampas diferentes talvez seja o maior medo do consumidor na hora compra. A dica aqui é: não tenha medo! Acima de tudo, a decoração do cômodo deve refletir a personalidade de seus moradores. E se houver equilíbrio e coerência, é possível sim montar combinações sofisticadas com modelos e padrões distintos.

Com relação às estampas, procure relacioná-las com as já existentes no piso e na parede. Se estiver usando um papel de parede mais florido e fizer o mesmo com o tapete, por exemplo, você pode acabar criando uma decoração com tapetes poluída visualmente. O bom senso ainda é o item mais importante da decoração.

 

Ainda achou estranho? Que tal combinar o tapete com as almofadas dispostas na cama ou no sofá? Mesmo que o cômodo já esteja em harmonia, você conseguirá realçar o visual do ambiente escolhendo padrões ou cores semelhantes entre eles!

 

E aí, gostou das dicas? Será que sua casa merece uma repaginada na decoração com tapetes?

Até logo!

Cadastre seu e-mail

Receba todas as novidades do nosso blog!

Nunca vamos dar, trocar ou vender seu endereço de e-mail. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *